quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Em paz

Encontrei esta coletânea da revista Parenting, americana, intitulada 10 Celebs Who've Made Peace with Their Mom Bods (10 celebridades que fizeram as pazes com seus corpos de mãe). Esperava me deparar com um compilado de gente famosa (e deslumbrante) citando frases que seriam lugar comum para qualquer mãe-celebridade. Achei que foi um pouco além, por isso, reproduzo partes.

"Eu não queria ser uma daquelas mulheres de quem se diz 'Uau, ela está em forma depois de 12 semanas'", diz Kate Winslet. "Quando lia frases como esta, pensava 'Isso é praticamente impossível'". A atriz inglesa optou por manter sua saúde e sanidade comendo e feliz. "Meu corpo jamais vai voltar a ser como era e eu nem poderia esperar isso depois de três gestações".

Kerry Washington, de Scandal, diz que, ao receber o comentário de que estava de volta (ao seu corpo após o nascimento de sua filha), percebendo que a intenção era de que fosse um elogio, retrucou que seu esforço era de "não voltar" a nada, mas ser a melhor versão de si mesma neste momento. Que seu corpo tinha sido o local de um milagre e não gostaria de voltar a ser o que era antes disso.

Drew Barrymore, dois filhos, comenta como é difícil amar seu novo corpo e manter uma atitude positiva. "Você se sente como um canguru com sua bolsa gigante. Tudo está caído e estranho. Mas aí você pensa como é maravilhoso ser capaz de gerar uma criança".

Kerry Washington (esq), Kate Winslet e Drew Barrymore, quando grávidas
Fotos: Getty

Talvez você esteja pensando que elas falam de barriga e corpos mudados, mas continuam lindas. Sim, mas certamente sofrem uma pressão absurda para se manterem assim. Deslumbrantes ou não, com ou sem maquiagem, suas atitudes perante o público, falando sobre o tema dos corpos pós-gestação, trazem um ponto de reflexão.

Um organismo que foi bombardeado por hormônios e gestou uma vida, não pode simplesmente "esquecer" e voltar a ser o que era antes. Uma pele que esticou (muito) durante nove meses, músculos que foram exercitados de outra forma, uma coluna que carregou um peso maior e fora do centro de gravidade, vagina e bacia que foram hormonalmente afrouxadas para fazer passar um bebê, não são acontecimentos triviais.

Tem gente que aumenta de numeração de sapato. Para outras, o cabelo muda. Para mim, além da bacia que alargou e me fez perder todas as calças, ganhei celulite na barriga, aumentou a largura do tronco e a aliança não cabe mais.

Tudo bem, elas são famosas, belas e ricas, mas temos algo em comum: corpos (e mentes) que gestaram e se transformaram para sempre. Celebridades ou anônimas, temos corpos que necessitam ser trabalhados para entrar em forma, silhuetas diferentes de antes da gravidez. Encontrar o ponto de equilíbrio entre a obsessão pela compleição perdida e total abdicação de sua vaidade talvez seja uma das grandes buscas maternas. E como elas, sabemos que a mudança física, sim, é um tema, mas tudo, tudo vale a pena ao recebermos recebemos um abraço, ao vermos os sorrisos e percebemos os aprendizados de nossos filhos - e os nossos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário