quarta-feira, 18 de novembro de 2015

A arte de fazer enquetes - ou: vida que segue

Por Ligia Ximenes

Há uns meses comecei a cuidar da programação do CineMaterna. Que filme entra em enquete? Pra isso sempre soube que contamos com o apoio do crítico Christian Petermann. Ele, que acompanha os bastidores e assiste os longas antes de estrearem, é nosso braço direito. Ele ajuda a gente a enxergar além da sinopse e do trailer, que às vezes levam a gente a achar que a trama é leve ou pesada demais. Os filmes não precisam só estar no perfil CineMaterna: têm também que passar num horário mais próximo da nossa sessão. Mas a gente também precisa estar atento, pois nem toda sala de cinema serve pra gente. Em algumas é difícil regular luz e som, por exemplo. Em outras há muitas escadas e elas dificultam o acesso das famílias. Depois a gente tem que considerar se o filme já passou naquela cidade e/ou num cinema próximo. E então a gente olha na nossa intranet quais títulos foram exibidos recentemente. No processo olhamos também pros números de público. Se as sessões andam pouco frequentadas, um dos motivos pode ser os filmes não estarem agradando. Nesse caso, se der, a gente pode tentar oferecer alguma coisa diferente. Tomamos cuidado também pra não nos excedermos nos filmes infantis. Porque CineMaterna é feita para adultos e adultos costumam gostar de outras gêneros, para além de animação.

John Morgan / Flickr
Imagem compartilhada sob licença Creative Commons

Depois de checar todas estas variáveis, montamos a enquete. Quem é cadastrado no site pode votar de quarta a domingo. No dia seguinte ao encerramento da enquete, a segunda-feira, a gente confere os resultados e envia os emails para os cinemas.

É sempre assim.

Esta semana foi particularmente complicada: mega estreia da final de Jogos Vorazes. Claro que a gente quer exibir no CineMaterna, mas os complexos estão se preparando para receber multidões. Multidões, você sabe, não combinam com mães e bebês. Então nada de Jogos Vorazes esta semana ainda. Apostamos em Já Estou Com Saudades, a história da amizade entre duas mulheres. Com Drew Barrymore (a ruiva de As Panteras) e Toni Collette (a mãe em Pequena Miss Sunshine). Filme fofo mesmo. Só que, apesar de ganhar enquete em várias cidades, não estreou. Deve acontecer em dezembro.

Todo o episódio me faz pensar em como, por mais que a gente defina os parâmetros, nem sempre o resultado é aquele que a gente espera. Claro que eu sei disso. Sou mãe e minhas duas filhas vivem me mostrando, cada uma a seu modo, que a gente não consegue controlar tudo. Que às vezes a gente se arrisca e dá certo. Às vezes não, não dá certo. E, sim, a vida segue.

Seguimos :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário