terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Barriga de Ganesha


Quando vi esta foto, lembrei de uma estátua de Ganesha (um dos mais conhecidos deuses do hinduísmo) que tem em um restaurante indiano em São Paulo, no qual as pessoas costumam passar a mão na barriga. A barriga simboliza a habilidade de Ganesha de sugar os sofrimentos do Universo e proteger o mundo. 

Ganesha (reprodução)

Na foto, no centro das atenções, está a barriga da Tatiana Storni, grávida de Luca, seu segundo filho. Barriga de grávida, ela diz, é um bem público. Há mulheres que não gostam que mexam em sua barriga, enquanto outras, como a Tati, não ligam. Taí algo que exerce um fascínio nas pessoas.

Eu, que passo maus bocados em gravidez, tenho uma única saudade desta fase, que é a barriga. Por fora, de seu formato lindamente redondo, e por dentro, dos movimentos do bebê, algo que só quem já passou por uma gestação conhece. Colocar a mão na barriga de uma grávida e sentir o movimento do bebê, mesmo que por fora, traz a lembrança do milagre que é gestar uma vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário