quarta-feira, 13 de agosto de 2014

MC Pink

Diz ela que morre de vergonha, mas quem a conhece pessoalmente, sabe que tímida, ela não é. Em um momento-revelação, me mandou o rap abaixo, por torpedo (!).

Tem rosa, tem as pinks, mães e bebezão.
Esse é o rap do CineMaterna, que mexe com o coração.

Com uma se iniciou, algumas o fundou
E muitas ele conquistou.

Sempre à tarde, no horário calmo, o filme elas rodam
Com pipoca e café, o CineMaterna é o que é.

Tem limite de idade, para agradar a mãe de verdade
Mas no dia de animação, traga o seu irmão.

Sem citar ostentação, vou terminar, então.
Aproveite para convidar para a próxima sessão. 

Gláucia Colebrusco, quando deixar o CineMaterna, será rapper. 

Gláucia, a "tímida", no canto superior direito, fazendo caras e bocas,
com a equipe pink de Rio Preto (SP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário