quinta-feira, 5 de junho de 2014

Licença poética

Sempre que ela escreve, o texto transborda carinho. A mensagem abaixo foi para as mais de 200 voluntárias do CineMaterna, mas não pude deixar de compartilhar aqui. Com você, Ligia Ximenes, nossa comunicadora.

Matriz é o lugar onde alguma coisa se gera ou se cria. Fonte. Manancial. A gente tem uma matriz e ela é nela que centralizamos as nossas atividades espalhadas por 34 cidades de 14 unidades federativas.

Ao todo, somos dez pessoas, todas mulheres. Somos alucinadas por carimbos e check-lists. Nunca nos damos por satisfeitas. Queremos conhecer novas tecnologias que ajudem na comunicação com as 239 voluntárias, os parceiros (distribuidoras, cinemas e shoppings, potenciais anunciantes etc) e também no trato com uma audiência faminta por informações. Também precisamos gerenciar estoques de fraldas, lenços umedecidos, antiassaduras, bem como controlar o estado geral dos equipamentos espalhados Brasil afora por 67 salas de exibição. A gente também tem pessoas pensando nos materiais que vão ser utilizados na divulgação do CineMaterna e suas sessões. Ou seja, em como o CineMaterna se apresenta para o mundo. Além de um webmaster para questões tecnológicas e uma assessoria de imprensa que atende aos inúmeros pedidos de entrevistas.

Ufa!

Trabalhamos duro, nós aqui, as voluntárias nas cidades, para fazer tudo isso acontecer.

Cada ponto, um CineMaterna

E eu, que estou há pouco mais de dois anos nos bastidores, me espanto com o tanto que crescemos. Quando cheguei, cuidava de uma página no facebook com 7 mil fãs. Hoje somos 60 mil maiores, crescendo 10% ao fim de cada mês. Vou me ausentar um pouquinho - nenê novo à vista, viva! - e quem sabe dá até pra voltar a frequentar CineMaterna. Enquanto eu estiver fora, a Gisele Silva vai dividir com a Irene Nagashima todo o trabalho da comunicação com o público.

Até breve!


Um abraço fraterno,
Ligia Ximenes

Nenhum comentário:

Postar um comentário