terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Todos fomos bebês

Sempre acho incrível pensar que nossos filhos se tornarão adultos e terão sua carreira, sua família, sua casa. Pelo inverso, nós fomos, um dia, bebês. Éramos, sim, os mais lindos e fofos do mundo para nossos pais. Usamos (muita) fralda, sorrimos vários e encantadores sorrisos banguelas, mamamos um monte, aprendemos a sentar, a comer, a engatinhar, a andar, a falar, não necessariamente nesta ordem. Choramos (muito) e fizemos nossos pais chorarem, de emoção e de cansaço. 

Pedi a todos na matriz do CineMaterna uma foto sua quando bebê. Uma homenagem a nós mesmos, mães e pais, que temos a difícil, mas maravilhosa tarefa de criar filhos.

Emerson Assis: faz prospecção comercial
Gláucia Colebrusco: gerencia as voluntárias no Brasil
Irene Nagashima: cuida da programação de filmes, do site e das pessoas 
Izabella Loiola: zela pelo relacionamento com patrocinadores
Juliana Freire: coordena a
logística de materiais e compras
Karina Campo: gerencia o relacionamento com shoppings e parceiros
Ligia Ximenes: atua nas mídias sociais
e no relacionamento com o público
Taís Viana: administra a parte comercial e financeira
Tatiana Storni: coordena a agência de publicidade que atende o CineMaterna

Para fechar esta retrospectiva de nós mesmos, uma foto que mostra a mudança dos tempos. Isa, filha da Tati (e a cara da mãe), com um tablet na mão. Imagine que, no futuro, um post de nossos filhos, com imagens deles quanto bebês, não terá esta cara retrô, já que as fotos são digitais e não esvaecem, alteram a cor ou amassam com o passar do tempo. Para isso, criaram-se aplicativos que envelhecem as fotos. Mundo estranho, este nosso. Que venha 2014, com muita saúde e alegria para todos nós!

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

2013 no CineMaterna, pelos fotógrafos

Mãe que não gosta de fotografar seu filho: acho que não existe. Nunca vi ser humano que goste mais de tirar foto que uma mãe de seu filho. Se for bebê, então, qualquer gracejo é motivo para sacar uma câmera ou um celular.

Há três anos iniciamos parcerias com fotógrafos que registram os momentos felizes no cinema, de uma perspectiva profissional. Pedi que enviassem duas imagens que mostrassem o que representou o CineMaterna para eles.

Eis a galeria de imagens especiais de 2013. Aproveito para agradecer a estes profissionais que nos acompanharam e nos proporcionaram esta retrospectiva carinhosa.

De Belo Horizonte 1, Anne Chaves 
De Belo Horizonte 2, Anne Chaves 
De Campinas 1, Kaká Pillat
De Campinas 1, Kaká Pillat
De Caxias do Sul 1, Silvia Koch
De Caxias do Sul 2, Silvia Koch
De Curitiba 1, Lucy Lima
De Curitiba 2, Lucy Lima
De Maringá 1, Jessica Alves
De Maringá 2, Jessica Alves
De Niterói 1, Boa Memória Fotografia
De Niterói 2, Boa Memória Fotografia
Do Recife 1, Três Marias Fotografia
Do Recife 2, Três Marias Fotografia
Do Rio de Janeiro 1, Thompsons Fotos
Do Rio de Janeiro 2, Thompsons Fotos
De Santo André 1, Simone Novato
De Santo André 2, Simone Novato
De São José dos Campos 1, Graci Hurtado
De São José dos Campos 2, Graci Hurtado
De São Paulo 1, Cacau Querino
De São Paulo 2, Cacau Querino

AQUI você pode ver os álbuns de todas as cidades.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Em resumo

Foram 49 semanas, 638 sessões, em 31 cidades e 60 complexos de cinema. Duzentas voluntárias e nove pessoas gerenciando os bastidores, receberam um público de mais de 27 mil adultos e 17 mil bebês - ou seja, 44 mil "gentes". 

Quando cheguei a estes números de público, assustei. Chequei, somei novamente, conferi e reconferi os números. É muita gente grande e pequenininha! 

Missão cumprida, hora de celebrar a alegria que proporcionamos às famílias de norte a sul. Sensação boa, de ter trabalhado com carinho, para um objetivo que há cinco anos, pouca gente entendia: proporcionar um momento de lazer e descanso para mães recém-nascidas, reforçando o vínculo com seus bebês. Voltar à vida social, viva!

Nove pessoas na matriz, mais o Lino, filho da Izabella Loiola

Boas Festas! Vamos descansar e recarregar as baterias, voltamos em menos de um mês. Neste meio tempo, posts de retrospectiva do ano. Garanto que aqui, isso é muito divertido. Como as sessões, modéstia à parte. ;)

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

De Repente, duas salas cheias!

Fomos chamadas pela Disney (distribuidora de filmes), para organizar uma pré-estreia de De Repente Pai, da DreamWorks, cujo tema é a descoberta da paternidade (a ida ao escritório deles dará um post à parte). Queriam fazer um CinePaterna, tendo pais como protagonistas da sessão. Nem preciso dizer como ficamos honradas com o convite.

Depois de muitas idas e vindas, conseguimos marcar a data: foi neste sábado, na Kinoplex do Shopping Vila Olímpia, em São Paulo. Duas salas reservadas, muita animação e equipe escalada. Até o momento em que lembrei que era festa de encerramento dos meus filhos na escola. Confesso que fiquei (muito) em dúvida sobre qual evento ir - e me senti uma mãe desnaturada por isso. Não foram alguns minutos ponderando, mas dias pensando, repensando, elocubrando. A questão não era temer pelo sucesso do evento, pois tinha certeza de que seria muito bem conduzido pela equipe. O problema era que queria estar lá, ver o público chegar, a sala cheia, o estacionamento de carrinhos, os sorrisos, interagir com as famílias e registrar os momentos.

Era um evento único, assim como a festa dos meus filhos. Uma vez tomada a decisão de não ir ao evento, fiquei tranquila, certo? Errado. Acordei ansiosa, com vontade de estar lá. Ao mesmo tempo, o coração estava apertado porque era a despedida de vários alunos da escola, que está se mudando para outra casa. Coisa de mãe super-protetora, sabe?

Às 10h, recebi torpedo da Gláucia: 58/31. Traduzindo: 58 adultos e 31 bebês, no horário que abriu o shopping. Isso é sinal de que, sim, teremos público! Em mais 30 minutos, duas salas cheias, num total de 242 adultos e 128 bebês.

Tirar fotografia dentro da sala é particularmente difícil, mas pedi que a Gláucia registrasse o que fosse possível. Posto aqui as imagens, mesmo que algumas tenham saído tremidas, para dar uma ideia de como foi a manhã para aquelas famílias. CinePaterna é assim: pais acalentando, trocando fralda, exibindo seus bebês com orgulho. Ficamos felizes em ver alguns deles sozinhos, sem a mãe, só com seu bebê.










Estreia de pai no CineMaterna, bebê veterano que
vai mais de uma vez por semana ao cinema!
(aliás, primeiro passeio do pai sozinho com seu filho)

Esse foi nosso último grande evento do ano. Fechamos com chave de ouro, sensação de dever cumprido, felicidade de encerrar mais uma etapa da nossa história. E que venha 2014! 

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Para nossas voluntárias, do fundo do coração

O Dia Internacional do Voluntário foi comemorado em 5 de dezembro. Para nós, que contamos com 200 voluntárias, todos os dias são comemorados, pois elas formam um dos pilares de sustentação do CineMaterna. 

O texto abaixo foi escrito por Gláucia Colebrusco, que coordena as equipes do CineMaterna. Quando li, achei que a homenagem deveria ser pública:
Segundo as Nações Unidas, "voluntário é o jovem, adulto ou idoso que, devido a seu interesse pessoal e seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração, a diversas formas de atividades de bem estar social ou outros campos". Wikipédia define que é a pessoa que realiza determinada ação de livre e espontânea vontade. Também é comumente interpretado com o significado de trabalho sem fins lucrativos.
No nosso caso, ser voluntária vai além dessas definições. Faltou a menção a ser mãe, carinhosa, prestativa, dedicada e empoderada. A definição do dicionário Aurélio, na minha opinião, completa com maestria o que somos: voluntário é adjetivo. Que é feito sem constrangimento ou coação; espontâneo / Que só age de acordo com a sua própria vontade; caprichoso, voluntarioso. Indivíduo que se alista espontaneamente num exército, ou que se encarrega de uma incumbência à qual não estava obrigado. 
Não exigimos conhecimento específico, apenas carinho e boa vontade. A voluntária CineMaterna desperta alegria nas mães e suas famílias, com amor. Cada vez mais vejo que são as pinks que fazem esse projeto ser o sucesso que é.
O ano passa e mais e mais mães, avós, mulheres se juntam para ajudar e expandir. Isso é maravilhoso, é prazeroso. Deixamos nossa marca em cada canto que passamos.
Como para tudo há alicerces, temos as duas malucas que fundaram o CineMaterna. Sem elas, isso não existiria. Sem nós isso não seria sucesso.
Como não tenho lindas palavras para agradecer, serei simples e direta: OBRIGADA!!!
Voluntárias de SP em 2012. Algumas saíram, outras entraram,
ainda tem mais que o dobro pelo Brasil afora.
A foto é simbólica, mas representa nossa força pink.
(Gláucia, à frente, terceira a partir da direita)

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Último lançamento CineMaterna de 2013

O último lançamento de 2013 foi no Rio de Janeiro. Com tantos eventos no ano, cheguei ao final meio amortecida, achando que seria mais um. O Ilha Plaza Shopping fica na Ilha do Governador, próximo ao Galeão. Confesso que só lembrava que era longe.

O que não pensei é que, justamente por ser afastado, as famílias da região pre-ci-sam de uma alternativa de lazer. As mães vieram, algumas com marido, outras com amigas, outras com a mãe, todas com bebês!





Bacana foi ver o encantamento de uma mãe, que precisou trocar seu bebê antes de darmos entrada na sala e quando saiu, contou empolgadíssima para as amigas que tinha tudo lá dentro: trocador, fralda, pomada, lenço umedecido. A gente esquece que esses são os detalhes que fazem a diferença.


Equipe pink responsável pela acolhida:
atrás, a partir da direita, Bianca, Luana e Taís;
na frente, Greice, eu, Roberta e Renata

Ver a sala repleta de mães se divertindo e observar os bebês "capotados" na saída são o maior prêmio para nós, organizadoras da "festa". 









Na saída, um pai me perguntou se eu tinha ido ao Rio "só" para o lançamento. Sim! Fui para acompanhar famílias felizes e encontrar amigas cariocas, CineMaternas de longa data: Bianca Balassiano, que está com Bernardo, seu caçula, com seis meses, Renata Firmo, que co-conduziu o lançamento e Renata Bougleux, que foi visitar as paulistas! 

Bernardo, seis meses frequentando o CineMaterna com sua mãe
Bianca vendo filme e amamentando - viva!
Da dir: Renata Bougleux, Renata Firmo e Bianca Balassiano

Voltei para São Paulo com um sorriso no rosto. Afinal, vieram tod@s: as amigas, a equipe, as mães e até Papai Noel!


Mais fotos do lançamento aqui: http://bit.ly/CNM_ILP