quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Para nossas voluntárias, do fundo do coração

O Dia Internacional do Voluntário foi comemorado em 5 de dezembro. Para nós, que contamos com 200 voluntárias, todos os dias são comemorados, pois elas formam um dos pilares de sustentação do CineMaterna. 

O texto abaixo foi escrito por Gláucia Colebrusco, que coordena as equipes do CineMaterna. Quando li, achei que a homenagem deveria ser pública:
Segundo as Nações Unidas, "voluntário é o jovem, adulto ou idoso que, devido a seu interesse pessoal e seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração, a diversas formas de atividades de bem estar social ou outros campos". Wikipédia define que é a pessoa que realiza determinada ação de livre e espontânea vontade. Também é comumente interpretado com o significado de trabalho sem fins lucrativos.
No nosso caso, ser voluntária vai além dessas definições. Faltou a menção a ser mãe, carinhosa, prestativa, dedicada e empoderada. A definição do dicionário Aurélio, na minha opinião, completa com maestria o que somos: voluntário é adjetivo. Que é feito sem constrangimento ou coação; espontâneo / Que só age de acordo com a sua própria vontade; caprichoso, voluntarioso. Indivíduo que se alista espontaneamente num exército, ou que se encarrega de uma incumbência à qual não estava obrigado. 
Não exigimos conhecimento específico, apenas carinho e boa vontade. A voluntária CineMaterna desperta alegria nas mães e suas famílias, com amor. Cada vez mais vejo que são as pinks que fazem esse projeto ser o sucesso que é.
O ano passa e mais e mais mães, avós, mulheres se juntam para ajudar e expandir. Isso é maravilhoso, é prazeroso. Deixamos nossa marca em cada canto que passamos.
Como para tudo há alicerces, temos as duas malucas que fundaram o CineMaterna. Sem elas, isso não existiria. Sem nós isso não seria sucesso.
Como não tenho lindas palavras para agradecer, serei simples e direta: OBRIGADA!!!
Voluntárias de SP em 2012. Algumas saíram, outras entraram,
ainda tem mais que o dobro pelo Brasil afora.
A foto é simbólica, mas representa nossa força pink.
(Gláucia, à frente, terceira a partir da direita)

Um comentário: