sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Colo

Adoro o puerpério. Essa palavra tão estranha que descreve o mágico, intenso e muitas vezes, confuso período pós-parto. Segundo o dicionário, é o "tempo que vai do parto até que os órgãos genitais e o estado geral da mulher voltem ao normal". Estado geral da mulher? Para algumas, é questão de poucas semanas. Para outras, pode ser um ano ou até mais. Não é que uma seja melhor ou pior mãe ou mulher: a maternidade vem para chacoalhar nossa estrutura e umas sacodem mais.

Mães recém-nascidas me fascinam, principalmente as que estão estreando no papel materno. Gosto de conversar com elas ou, simplesmente, estar lá, ao seu lado. Recentemente, descobri que tenho o dom de acalmar bebês inquietos, o que, indiretamente, tranquiliza mães.

Ana Lima é esposa de um grande amigo, Fernando De Vincenzo. Não a conhecia pessoalmente, mas sabia que tinham tido o Gabriel. Insisti que ela viesse ao CineMaterna, fui até uma sessão só para vê-los. E assim, conheci os dois, mãe e filho. Embalei Gabriel várias vezes, coloquei para dormir, troquei fralda. Depois, fiquei me achando "entrona" demais, de tanto que o carreguei.

Ana e Gabriel
Foto: Cacau Querino

No dia seguinte, recebi a resposta aos meus temores sobre eventual "invasão".

Recebi flores! 
Acompanhadas deste lindo cartão

Profundamente tocada, agradeço. Obrigada Ana, Fernando e Gabriel, por terem me pegado no colo.

Um comentário:

  1. Fernando De Vincenzo21 de setembro de 2013 14:02

    Irene eu sempre fui seu fã, mas mais lindo ainda é ver minja família se tornar admiradora da sua humanidade. Obrigado por tudo bjo enorme Vincenzo

    ResponderExcluir