segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Melhores momentos dos últimos meses

Se olho para trás, percebo o agito das últimas semanas. Foram quatro novas salas, duas no Rio, uma em Salvador e outra em Porto Alegre, em apenas dois meses!

Desafiei-me a escolher as três fotos que mais gostei de cada evento, mas não consegui. Tive que me permitir o dobro. Seguem seis imagens e nos títulos, os links para os respectivos álbuns completos.

Espaço Rio Design Barra, 11 de setembro

Elas, que fazem o CineMaterna acontecer
Curtindo o cinema adoidado
Família completa
Sem perder o filme e o sorriso
Indescritível
Mãe registra todos os momentos (1)

Cinépolis Bela Vista Salvador (BA), 16 de outubro

Slingados
Mais uma pink no CineMaterna!
Três gerações
Compenetrada 
Mãe assiste ao filme de lado,
desde que não acorde o bebê
Bocejo, gracejo

GNC Iguatemi Porto Alegre (RS), 25 de outubro

Poucos dias, no sling e no cinema!
"Sim, eu sou um docinho!"
Bate-papo no trocador
Três bebês aconchegados
Mãe registra todos os momentos (2)
Pai feliz, bebê feliz

Cinépolis Lagoon (Rio), 8 de novembro

Bianca, sua sobrinha Rafa e Bruna, mãe da Rafa, ao fundo
Amor de avô, amor de neta
Mãe assiste ao filme em pé, se necessário!
Quantas saídas de cinema são assim? 
Muitas mães, bebês, carrinhos, sorrisos, conversas e trocas
Mãe registra todos os momentos (3)

Confesso: no Lagoon, não consegui me ater às seis fotos combinadas. Afinal, não é só cinema, tem a paisagem dividindo a cena. Então me dei ao luxo de postar a última foto, que representa aquilo que fazemos e dispensa legenda.


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Lançamento em Caxias do Sul (RS)

Este post está muito, muito atrasado. Tenho viajado bastante, estamos preparando um novo site e uma intranet, então anda corrido demais. Mas Caxias do Sul (RS) é uma cidade nova para o CineMaterna, acho que vale relembrar. 

À medida em que chegamos às cidades menores, o processo de captação de público e recrutamento de equipe vai se tornando mais difícil. Joinville (SC) foi trabalhoso, mas Caxias foi mais tenso. Nosso pesadelo (que não se concretizou, ufa) era que no lançamento, estaríamos nós de São Paulo recepcionando 10 mães com bebês, sem ter equipe e sem ter conseguido atrair o público. Graças a um esforço coletivo, tivemos 50 famílias presentes ao evento no início de outubro, recepcionadas por uma equipe de três caxienses e três paulistas.

A partir da esquerda, Fabiane, Taís, Rachel, Mara, Paula e eu
Esqueci de mencionar a linda e simpaticíssima filha da Fabiane

Na data marcada para o lançamento havia uma grande feira de negócios na cidade, que lotou os hotéis. Tivemos que nos hospedar em um bairro afastado da cidade, em um hotel cheio de peculiaridades. Parece ser antigo, de família. Pelo menos, supomos, pelas várias fotos do senhor de bigode que vimos espalhadas pelo hotel. 

Taís Viana achou que ele era parente seu!
Ao abrir a janela do quarto, cerejeiras floriam nossa visão
Cabines com telefone de disco:
nossos filhos certamente não têm ideia do que é isso
Longe da cidade, mas sempre conectadas (Mara, ao fundo)

Caxias tem táxis com cabine isolando o motorista e castelos modernos onde come-se bem e bebe-se vinhos produzidos na região. 



Caxias também tem lindas famílias com bebês, que agora, podem ir ao cinema! 

Pequeno Príncipe, aguardando sua princesa
Ela chegou!
Mães e bebês reunidos para a foto da imprensa local
Nada como trocar fralda no cinema, com companhia

Mais fotos aqui: http://bit.ly/IguatemiCaxias.

Agradecimento especial ao Shopping Iguatemi Caxias, que promoveu a chegada do CineMaterna na cidade. 

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Anotações analógicas

Mesmo nesta era digital, em que tudo se faz em computador, tablet e smartphone, ainda é necessário escrever. No CineMaterna, algumas reuniões precisam de um recurso "analógico".

O calendário de sessões ainda é feito no papel
antes de ser incluído no site.
Para 2013, foram três páginas como esta.
Em uma agência, no vidro
Preciso explicar?

terça-feira, 13 de novembro de 2012

O CineMaterna responde!!!

Nossa! Uma iniciativa maravilhosa como o CineMaterna que funciona e ainda respondem nossos e-mails!!! Tô impressionada e feliz! - comenta uma mãe que disse estar "desesperadamente isolada da vida social", segundo suas próprias palavras.

Pois é, funcionamos, e quem responde é a Camila Goytacaz, que trabalha com a fofíssima Joana no colo.


sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Descobertas

Depoimento carinhoso de Ligia Ximenes, responsável por mídias sociais no CineMaterna.

Que elas são queridas eu sempre soube.

Foi em setembro de 2009 que pela primeira vez pus meus pés no Espaço Unibanco da Rua Augusta, dois quarteirões de casa, depois de um intenso e lacrimoso retiro puerperal. Trazia a tiracolo uma nenê com sete semanas de vida pendurada num sling que eu mal sabia amarrar, mais uma bolsa abarrotada de absorventes para os seios, tubos de álcool-gel, cueiro e fraldas, mais umas quatro mudas de roupas miúdas adequadas para cada estação do ano.

Nos 17 meses que se seguiram, frequentamos religiosamente o CineMaterna. Lá aprendi a aliviar o peso da bolsa e da rotina mamar-chorar-banhar-dormir. Em meio a elas, perdi a vergonha de amamentar em público. Tirei dúvidas sobre o sono, a introdução alimentar, as vacinas. Encontrei muitas e muitas mulheres tão diferentes e tão iguais a mim...

Quando vencemos, Cora com seus 18 meses completos, tornei-me voluntária, preparando a sala de cinema para receber novas gerações. Pela primeira vez me dei conta da trabalheira que é tocar um projeto desses. Além de receber com carinho, é preciso montar e desmontar trocadores, checar os parâmetros de ar condicionado e iluminação, contabilizar quanta gente veio. Não raro mal dá para acompanhar o filme, ufa, mas sempre voltei muito contente para casa por ter ajudado a proporcionar uma tarde de diversão para outras mães e bebês. 

Ligia, à esquerda, na época em que era coordenadora-voluntária

Quando vim para a Matriz, com a tarefa desafiadora de substituir a Camila Goytacaz em sua licença-maternidade, descobri muito mais. Por exemplo? O CineMaterna é feito de mulheres, sim, mas também de um homem! E, apesar do esquema home office, esta turma de planejadores, gerenciadores de crise, arquitetos da informação, trabalha incansavelmente, plugada mesmo quando está fora de casa. Adoram tecnologia. Siglas, planilhas, fluxogramas, you name it! E, apesar disso, também carregam caixas pesadas e sabem fazer caber qualquer grande quantidade de coisas no porta-malas de qualquer carro.

Por causa deles, descobri também que, sim, é possível trabalhar em uma organização sem fins lucrativos e encontrar ali um excelente modelo de gestão dos recursos humanos, que para muito além dos saberes acadêmicos e das trajetórias profissionais, dá espaço para que cada um faça aquilo que sabe fazer melhor. Entre todas as coisas, a que eu mais gostei de descobrir junto com eles foi que, sim, é possível ter muitas responsabilidades e ainda assim tocar a vida com leveza, bom humor, tesão.

(afinal, eu deveria saber que esta história de carregar bolsa pesada pra lá e pra cá não está com nada!)

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Um ano

Toda mãe sabe: fazer um ano é especial. Para comemorar o primeiro aniversário do CineMaterna em Maringá, a fotógrafa Jessica Alves, que registrou todas as sessões na cidade, fez um post carinhoso com fotos das mães, bebês e familiares que foram mais de uma vez.

Além de ser emocionante acompanhar o crescimento dos bebês, é fascinante notar a evolução das mães. Corte de cabelo, acessórios, maquiagem, a bolsa que volta a ser sua e não só do bebê, pequenos detalhes mostram que as mães também mudam em um ano e resgatam sua auto-estima. 

















Esta é a Patricia Merlin, coordenadora das sessões em Maringá,
que começou no CineMaterna já grávida (sim, adoramos grávidas!),
com Pedro e Luiza, seus dois filhos mais velhos
A equipe de Maringá curtindo a Beatriz
Beatriz, cinéfila veterana aos seis meses, no colo do irmão

Veja todas as fotos aqui