segunda-feira, 30 de abril de 2012

Lançamento no Granja Vianna (SP)

Quem viabiliza o CineMaterna são os patrocínios da Natura Mamãe e Bebê e da pomada anti-assadura Bepantol Baby. Adoraríamos atuar em todos os cinemas do Brasil, mas, como é de se imaginar, nosso orçamento é limitado. Novas cidades e novos cinemas são patrocinados pelos shoppings centers ou lojas que querem oferecer este lazer para mães com bebês. O Shopping Granja Vianna, que fica na Grande São Paulo, com lançamento em abril deste ano, foi um parceiro memorável em nossa história de lançamentos.

Logo na chegada ao shopping encontramos esta moça, de camiseta customizada especialmente para o CineMaterna, entregando folhetos sobre o lançamento. A divulgação vinha sendo feita há alguns dias.


Arrumamos equipamentos e fomos almoçar. No caminho, encontrei outra divulgadora, mais uma, um cartaz no corredor, outro e assim foi. Eram seis cartazes e seis divulgadoras pelos corredores.




A dupla divulgação, nossa e do shopping, deu certo! A comissão de frente recepcionou as mães com valet para os carrinhos. Manobrista na porta, cortesia da casa. Isso é chique demais, não é?  





Fiquei dentro da sala de cinema, aproveitando a luz acesa para fotografar antes do filme começar. O que mais me impressionou é que não parava de chegar gente! Dá muito orgulho ver uma sala cheia, mães, bebês e acompanhantes felizes, resultado de um trabalho em equipe bem coordenado.









Achou que era só cinema? Havia mais mimos do shopping na saída: um ímã-retrato e um bem-nascido, dando boas-vindas a este novíssimo CineMaterna. 



Final feliz, sem sombra de dúvida. (Mais fotos aqui.)

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Quantos graus de parentesco duas pessoas podem ter?

Acho até legal as pessoas acharem que a equipe da CineMaterna é uma grande família, mas tem horas que exageram.

O mais comum é perguntarem se eu sou irmã da Irene Nagashima, como se japonês fosse tudo aparentado (meu primeiro sobrenome é Hashimoto).

Por conta das madeixas, também já perguntaram se sou irmã da Alexandra Swerts, com quem compartilho apenas o sobrenome complicado (no caso, meu último sobrenome, Rockenbach, "presente-sem-comentários" do marido).

Também já perguntaram se sou prima da Gláucia Colebrusco. Essa, não sei nem dizer de onde tiraram.

O pior é que minha irmã de fato trabalha nos bastidores do CineMaterna, mas combinamos d'ela usar o sobrenome de casada para não dar muito na cara. (não contarei quem é, só para fazer charminho)

Em um episódio inesquecível, ocorrido obscenamente cedo no aeroporto de Guarulhos/SP, uma atendente de café dispara "Você é mãe dela?" No caso, "você" era eu e "ela" era Irene, dois anos mais velha que eu... Eu estava acabada de sono, com um penteado estranhamente lembrando a alguma apresentadora de programa feminino, por isso demorei para articular um "não" seco. E não é que a atendente, não satisfeita, continua "Mas parentes, vocês são, né?". Desisti, peguei meu café e sumi.

Mas o cúmulo mesmo aconteceu dia desses, quando estive em Brasília para o último lançamento na cidade. Chegando ao hotel, o recepcionista educadamente pergunta se gostaríamos de duas camas de solteiro ou uma de casal... Olhei para a Irene, respirei fundo e respondi "moço, não somos tããão amigas assim". Tudo bem que ele foi super politicamente correto, mas, poxa, tá achando que eu sou marido e pai dos filhos dela??!! É ruim, hein?

Parte da "Família" CineMaterna, a partir da esquerda:
Vó (eu, credo) Taís, tia Alê, filha Irene, neto Eric, primas Gláucia, Débora e Tati.
Foto: Karin Michels

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Sede

Quem amamenta sabe que assim que o bebê começa a sugar, dá MUITA sede. É de repente, uma sede louca. Várias mães relatam espalhar garrafas d'água pela casa, um por cômodo, para não passar aperto.

Acho que desta fase herdei minha mania de comprar diferentes recipientes para água. Juntei com o pink CineMaterna e o resultado foi descobrir que estava com lindas garrafas em casa.



Esta abaixo é a mais linda delas. Parece que nela, a água fica até mais gostosa!


quinta-feira, 19 de abril de 2012

Semelhança

Se você tem filhos provavelmente já viu esta cena do filme Monstros S/A:

Reprodução

Estava no cinema esperando a equipe sair, depois de um lançamento. Quando começaram a caminhar no corredor, lembrei imediatamente de Sulley (grande monstro azul) e Mike Wazowski (monstro verde), vindo em câmera lenta, na cena acima.


A "única" diferença é que elas estavam indo embora, enquanto no filme, os monstros estão chegando para trabalhar. 

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Cinema, foto, arte

O que resulta do cruzamento de fotografia e cinema? Estou falando de cinema como instalação física. Ou melhor, como CineMaterna.

Segue uma exposição virtual de fotografias tiradas no cinema, que particularmente me atraíram. São cinemas de Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo. Imagens que reforçam minha paixão por este meu trabalho que é o CineMaterna.






  







quinta-feira, 12 de abril de 2012

Quarta dimensão

Alguns funcionários dos cinemas nos conhecem há tempos. São praticamente nossos colegas, trabalhamos em parceria. Adoram os bebês, recebem as mães e nossa equipe com carinho. Bruno é funcionário do Espaço Itaú de Cinema no Shopping Frei Caneca, em São Paulo e muito, muito "gente boa".

Taís Viana (com óculos 1,5 D - sem uma lente) e Bruno

Um dia, Bruno me deu um óculos 3D que estava sem as lentes, ou seja, quebrado. Filmes 2D trabalham em duas dimensões, largura e altura. O 3D é uma técnica que projeção que acrescenta a profundidade. Bruno chamou este óculos avariado de 4D. Em cinema, a quarta dimensão seria compostas de estímulos sensoriais como cheiro, toque e movimento (em física, é o tempo).

Adivinha quem adorou o "cinema 4D"?

Max, meu filho, 4 anos, 4D

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Crepusculete enrustida???

Este post não é para você, que tem "ó-d-e-o" (escrito errado para dar mais ênfase) de toda a Saga Crepúsculo. Tão pouco é para você, fã assumida e suspirante de Edward Cullen. Ou para você, que não tem nem ideia do que eu estou falando...

Este post é dedicado às crepusculetes enrustidas, que votam escondido nas enquetes CineMaterna em que os filmes da série entram, que foram assistir Água para Elefantes só para babar pelo Robert Pattinson, que usam as mamadas da madrugada para acessar a Comunidade Oficial da Saga Crepúsculo...

Querida, quem neste mundo nunca colocou um pezinho na jaca??? Se você investigar o passado das suas amigas, pode apostar que sempre tem uma manchinha: tem as que eram fãs do Menudo ou New Kids on the Block ou Dominó ou Polegar, as que não perdiam o Chacrinha, as que usaram roupas com ombreiras, as que usaram permanente ou penteado Mullet, as que dançaram muuuita Lambada ou Macarena, as que tinham realmente medo da Monga e menção honrosa para as que desceram a Rua Augusta de Escort branco conversível e óculos Ray-Ban. (se você é nova demais para saber do que estou falando, confira os links e não me conte, por favor, pr'eu não me sentir ainda mais velha...)

O último filme da série estreará em novembro, ou seja, temos ainda bastante tempo para respirar e assumir seu lado Bella Swan. Vamos a alguns esclarecimentos e estratégias:

1) Não conferimos quem votou em qual filme, pelamordideus. Não contaremos para seu marido, nem para seus amigos, ok?

2) A coisa mais comum é chegar uma mãe na bilheteria e perguntar "qual é o filme de hoje mesmo?", afinal só a glória de sair de casa já vale a pena. Se você tem vergonha de admitir sua queda por vampiro até para suas companheiras de CineMaterna, pode usar este subterfúgio - ninguém reparará.

3) Se o problema for dar uma fugidinha de casa, sempre dá para dizer: "Fui ao pediatra, bem. Era consulta de rotina, você não lembra???"

4) Por mais super dotado que seja seu bebê, ele ainda não conseguirá contar a ninguém o que a mamãe foi ver no cinema, fica tranquila.

5) Convenhamos, se seu marido baba pela Angelina Jolie quando ela aparece na telona, que mal tem em você fazer o mesmo pelo Edward?

Só para te inspirar, segue um depoimento de uma fã-sem-medo-de-ser-feliz: "A primeira vez, fui ver se era que nem o livro. A segunda, fui para pegar os detalhes. A terceira, foi só para gritar mesmo."

Fotinho da Bella como vampira,
pra ir entrando no clima.
Fonte: site Omelete
http://bit.ly/wCEsgp

E eu? Não, não sou crepusculete, nem enrustida. Mas... considerando-se que gosto de 007 e Harry Potter, não tenho moral para rir de ninguém, né?

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Lançamento no Mooca Plaza Shopping (SP)

Achei que falar de lançamento aqui estava meio "batido". Mas, quando parei para relembrar como foi o início do CineMaterna no Mooca Plaza Shopping (SP), achei que precisava escrever.

Se você já leu sobre nossos lançamentos, sabe que o dia começa nos corredores internos do shopping, o que chamamos de bastidores,


passa pela Gláucia exultante com o rádio para se comunicar com a cabine de projeção,


pela foto da equipe,


e sempre tem a imagem de divulgação oficial.


O ápice é a chegada das mães,


que felizes assistem o filme, aproveitam a sessão




e vão embora exultantes! (mais fotos aqui)


Cada evento desses tem uma história marcante. A recordação deste dia não envolvia uma mulher, mas sim, um homem. Rodrigo é gerente da Cinemark no Mooca Plaza. Encantou-se com o Rafael, bebê de seis meses, filho da Gláucia Colebrusco. Tudo bem, não tem como não se encantar com o Rafael. Ainda assim, ficamos admiradas com a afinidade da dupla.

Rafael, antes da sessão começar, descansando nos braços da mãe
Rodrigo conhecendo Rafael
Rafael no colo de Rodrigo, dentro da sala
A dupla checando se está tudo certo no cinema
Sim! Rodrigo fez Rafael dormir!

Duro foi convencer a Gláucia que de Rodrigo não está disponível no mercado de trabalho!