quinta-feira, 11 de outubro de 2012

A hora de dormir

Toda mãe conhece...

O que é ficar paralisada na mesma posição (desconfortável) na cama para o bebê não acordar.

O tédio que é ficar quieta, no escuro, esperando seu bebê adormecer enquanto ele conversa, chuta, levanta o bumbum e dá risada.

A angústia de estar com seu bebê doente, que não consegue dormir.

A irritação que sentimos quando estamos no meio de uma atividade importante e o bebê acorda de sua soneca.

A felicidade imensa que sentimos quando o bebê dorme sozinho!

Como deixar de-li-ca-da-men-te o bebê na cama depois que dormiu no colo.

A alegria de saber que temos algum tempo para nós mesmas quando o bebê (finalmente) dorme.

Os segundos de suspense enquanto levantamos beeeem devagar da cama para não acordar o bebê.

A sensação profunda de cansaço que domina nosso corpo ao ouvir o bebê chorar de madrugada.

A enorme ternura que sentimos ao observar nosso bebê dormir.

Eric, meu filho caçula, que tem muita dificuldade para dormir,
inspirador deste texto

Nenhum comentário:

Postar um comentário