quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Eu voltei, aqui é meu lugar

Acordei com um friozinho na barriga. É a data combinada para minha volta ao trabalho. Minha filha, com quatro meses, sorri ignorando a minha agonia, afinal, a rotina dela continuará a mesma: mamar, trocar fralda, falar bubu-babá, tomar um banhinho, mamar, trocar outra fralda, tirar uma soneca. Depois tudo de novo, naquele ciclo de repetição em que tudo é igual, mas ao mesmo tempo, diferente. E a minha rotina, continuará igual? Não, certamente não, pois além de cuidar dela, precisarei abrir espaço para o trabalho. Será um desafio, ser mãe de dois filhos - um menino de quatro anos cheio de energia e uma bebê de quatro meses - mas longe de reclamar, enxergo claramente o privilégio de trabalhar em casa, sem separações no fatídico momento da retomada ao trabalho. Sei como é difícil para muitas mães que trabalham fora e enfrentam longas horas distantes de seus bebês.

Eu trabalho no CineMaterna, nos bastidores. Cuido da comunicação, função importante nesta organização que cresce mais rápido que bebê recém-nascido. Basicamente, falo com as mães pelos nossos canais de relacionamento, como e-mail e redes sociais, tento deixar tudo redondinho, bem explicado, bem escrito, para que elas possam, com seus filhotes, curtir deliciosos momentos no cinema. Joana, que desde que nasceu já assistiu comigo mais de dez filmes nas sessões em São Paulo, agora vai assumir também seu lugar ao meu lado, ou melhor, no meu colo, no computador. Juntas, vamos dar conta de estabelecer uma nova rotina para que trabalho e maternidade fluam com harmonia.

Mais uma vez, primeiro com meu filho e agora com minha filha, constatei o valor do cinema amigável. Com este aprendizado, espero contribuir para que o CineMaterna fique sempre melhor. Estou de volta, com muito orgulho em fazer parte deste maravilhoso projeto e feliz em poder trabalhar com meu bebê, para que muitas mães pelo Brasil afora tenham maravilhosos momentos também com seus bebês.

Joana na sessão CineMaterna
Foto: Cacau Querino

2 comentários:

  1. Ainda não desbravei esta experiência com Sofia, mas não vejo a hora! Muito bacana todo esse projeto de inclusão e valorização deste momento da vida! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu voltei ao trabalho essa semana, mas infelizmente não em casa. E só descobri o Cinematerma agora! Pra mim restam as sessões de sábado. Que chegue logo o dia 15 pra levar a Catarina ao cinema pela primeira vez! Saudade da tela grande!

    ResponderExcluir