terça-feira, 10 de julho de 2012

O rolo de montar

Acha que ir ao cinema é algo simples? IR, é mesmo. Já EXIBIR, é bem mais complexo. 

Os filmes que vão estrear nos cinemas são montados às sextas-feiras pela manhã (funciona assim no Brasil e no mundo). Chegam das distribuidoras divididos em rolos.

Cada saco é bastante pesado e corresponde a um filme
A quantidade de rolos varia de acordo com a duração do filme
Sete rolos que compõem um único filme
Pesado mesmo! Precisa arrastar

Jailton é o projecionista responsável no Espaço Itaú do Shopping Frei Caneca e nos mostrou a montagem do filme. Confira aqui o passo-a-passo:

Conteúdo de uma das latas
1. Jailton coloca a película na bonina pequena para transferir para a maior
O título do filme vem marcado no início da película
2. Prepara a bobina grande, para onde serão transferidos os sete rolos
3. Junta artesanalmente uma à outra
Com auxílio deste equipamento, usando uma fita adesiva especial
3. Repete o processo sete vezes, um para cada rolo
4. Liga o rebobinador
5. Finaliza a compilação do filme na bobina grande
6. Coloca a bobina no projetor 
7. Passa o filme pelo projetor
8. Coloca outro filme, em outro projetor
9. Faz ajuste do filme
Não é lindo?

Alguns filmes mudam de sala de uma semana para outra, passam para uma menor, em função da redução de público. Neste caso, basta levar a cópia que já está montada. Fácil, veja só:

Precisa-se dois homens para mover a película,
com cuidado para não desmontar!
Olha o degrau!
Quase lá!
Filme devidamente colocado na bandeja

A projeção digital acaba com tudo isso. Confira:

Um disco rígido com um filme
Todo o processo se resume a conectá-lo a um projetor!

Há uma intensa discussão sobre a digitalização do cinema. Simplificando a questão, ganha-se por um lado, com custos mais baratos de distribuição (cópia e transporte), mas faz-se necessário um investimento bastante elevado de atualização tecnológica. Sem contar que perdemos uma arte.

Um comentário:

  1. Adorei o post!
    Sempre fui curiosa, pra saber como tudo funcionava. Agora, não mais!
    ;)

    ResponderExcluir