quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Aprendiz de crítica

O filme é bom? Ouço esta pergunta inúmeras vezes. Não sou crítica de cinema, portanto, minha opinião é baseada nos sentimentos "gostei" ou "não gostei", o que não deixa de ter validade. Mas nem sempre consigo explicar ou mesmo decifrar o que me atrai em um filme.

Li ontem na Folha de São Paulo um comentário do crítico Ricardo Calil sobre A Separação, premiado e aclamado filme:
Se o critério para avaliar a qualidade de uma obra for a variedade de interpretações que ela comporta, então não resta muita dúvida: o filme iraniano é uma obra-prima.  
Cena de A Separação
Foto: divulgação

Sabe quando uma frase explica aquilo que acontece e cai como uma luva? É isso! Sei que gosto de uma obra (livro, arte, dança, teatro) quando fico pensando nela por dias. Assisti A Separação antes de ter acesso à qualquer crítica ou informação sobre ele e saí fascinada do cinema. É o tipo de filme que vale a pena torcer para ganhar enquete no CineMaterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário