quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Nome de guerra

Tenho um codinome de cinéfila: Erem. Quando éramos apenas mães-guerrilheiras-invasoras-de-cinemas fazíamos nosso bate-papo no Starbucks, que funciona assim: ao pedir um café, o atendente pergunta seu nome e o escreve no copo. Meu nome, apesar de não ser tão difícil, recebia várias grafias. A mais engraçada foi EREM.

Fiquei conhecida como Erem pelas mães que estavam no café neste dia, que não pouparam esforços para espalhar a notícia. Até hoje algumas amigas me chamam assim.

Pena que não tirei foto do copo deste dia, mas para ilustrar, deixo outra forma criativa de escrever meu nome.

Ireny. Genial!

3 comentários:

  1. Até parece nome de filme "Iren and Y".
    Companheira, pode deixar que autentico seu nome.
    xx

    ResponderExcluir
  2. hauhauha
    Nunca tenho sorte no starbucks do RJ com meu nome, mas queria um aqui em floripa e nem me importaria do nome errado hahahah

    http://maeefeliz.blogspot.com/

    ResponderExcluir