quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Smurfada de mãe

Conversa entre meu filho Max, de quase 4 anos, e eu.

Sexta-feira- Filho, você quer ver Os Smurfs de novo?
- Não, mãe. Eu não gostei do filme porque tem o homem mau (Gargamel).
- Tem certeza? Posso te levar amanhã.
- Tenho.

Sábado de manhã
- Filho, você tem certeza que não quer ver Os Smurfs de novo?
- Não quero, tem homem mau.
Vou à sessão CinePaterna by Fisher-Price em São Paulo, quando passa Os Smurfs.

Domingo
- Filho, você quer ver Os Smurfs de novo?
- Não, mãe. Eu não gostei do filme porque tem o homem mau.
- Tem certeza? Posso te levar amanhã.
- Tenho.

Segunda de manhã
- Filho, você tem certeza que não quer ver Os Smurfs de novo?
- Não quero, tem homem mau.
Vou à sessão CineMaterna no Bourbon Pompeia em São Paulo, quando passa Os Smurfs.

Terça de manhã
- Mãe, quero ver Os Smurfs!
- Mas filho, eu te perguntei várias vezes se você queria ver e você não quis! Agora não tem mais Os Smurfs no CineMaterna!
- Ah, mãe, mas eu queeeeeroooo!!!

Pronto, bastou para:
1) Eu ficar irritada.
2) Em seguida, ficar triste com a perda das oportunidades.
3) Sentir remorso por não tê-lo levado, já que talvez, ainda seja cedo para ele entender exatamente o que quer.

E bastou para eu ficar um tempão pensando que esta pequena e singular situação é só uma amostra de como vai ficar meu coração com cada uma das escolhas do meu filho, no futuro. Saberei respeitar o que ele escolher para si, mesmo que eu perceba que não é a melhor escolha? Como vou ficar diante da perda de alguma oportunidade? Conseguirei argumentar sem forçar a escolha? Terei a sabedoria para perceber que nem sempre a minha escolha é a melhor? Será que vou perceber quando intervir e quando deixar acontecer (e deixar acontecer)? Conseguirei apoiar e entender escolhas muito distintas das minhas? E acolhê-lo quando ficar frustrado?

Smurfei demais?



4 comentários:

  1. E eu um dia desses perguntei a uma mae de 2 moças quando é mais dificil criar/educar os filhos... pequenos ou quando ja viraram adultos. Ela sabiamente me respondeu que quando estao crescidos pois AS ESCOLHAS SAO DELES. E deste dia em diante vou treinando pra isso... Sabias duvidas querida! bjo

    ResponderExcluir
  2. Crianças, né??!! Adorei..
    Estou seguindo...me segue tb!!
    www.petitninos.com

    bjos

    ResponderExcluir
  3. Ai Irene, nem sei o que dizer. Penso que se errarmos é sempre tentando acertar! E ficamos querendo saber como será o futuro, ou vamos agir ou reagir perante esses pequenos... Ainda bem qu cada coisa tem seu tempo não!? Assim vamos nos preparando...
    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Angustiante, não? Me peguei pensando nisso dia desses, por uma situação bem parecida.
    A teoria é fácil: deixe viver, esteja lá para acolher... Mas a prática... Ah a prática... Enlouquecedora! E normalmente ninguém entende, né?? É bom nós irmos treinando mesmo... pq ainda tem muito chão pela frente! rsrsrs

    ResponderExcluir