domingo, 31 de julho de 2011

Bebês na Orquestra, um novo programa

Para começar, desculpem o post gigante, mas faz muito tempo que não escrevo por aqui e tem muita novidade para contar. Respirou fundo? Vamos lá!

Eu sou uma pessoa bastante irriquieta no trabalho e preciso sempre "inventar moda" para não cair no tédio. Quase três anos após a fundação do CineMaterna, pensei em expandir para "além das fronteiras do cinema", mas não tinha claro o que eu queria, havia só uma intenção que foi jogada ao universo. Felizmente, mães maravilhosas que eu não conhecia captaram essa sintonia e começamos a ter retornos incríveis.

No começo de junho, recebi um e-mail da Malu Allen, produtora artística da OPES - Orquestra Petrobras Sinfônica. Malu é mãe, frequenta as sessões CineMaterna no Rio de Janeiro e imaginava se não seria possível ter um programa semelhante ao do cinema com a orquestra.

A ideia inicial foi nos inserir em uma sessão do projeto Ensaios Abertos - Conversas ao Pé do Palco que inclui ensaios da orquestra gratuitos e abertos ao público, em que os espectadores podem fazer perguntas, comentar sobre as peças tocadas, ou conhecer melhor algum instrumento ao final do ensaio.

Como eu já tinha recebido alguns "não, obrigada" no passado, d-e-s-a-c-r-e-d-i-t-e-i! "Assim, de graça? Podemos??! Jura???!!" Por via das dúvidas, enviei um looongo e-mail explicando as peculiaridades do nosso público - não é possível sermos 100% silenciosas (mesmo não sendo tão barulhentas quanto imaginam), programas à noite são inviáveis para nós, temos uma grande quantidade de equipamentos (trocadores, tapetes, brinquedos, fraldas, lenços, pomadas, etc e tal) e damos um tantinho de trabalho a mais...

Passou quase um mês até que a Malu tivesse todas as autorizações e finalmente marcamos - 29 de julho 16h.  Começamos então a trabalhar animadamente nos preparativos para a primeira sessão fora do cinema.


Chegamos ao local do ensaio - a Fundição Progresso, no centro do Rio de Janeiro - ainda pela manhã para montar os equipamentos.

Taís e Alexandra, com Eric no colo, na Fundição Progresso

Com tudo montado, o que fomos fazer no Rio de Janeiro? Claro, vistoria em cinema novo, para atender as mães da zona norte do Rio!

Detalhe de um shopping surpresa onde teremos sessões

Chegando de volta à Fundição Progresso, meu celular tocou e as meninas já se entreolharam "Ai, ai, ai, o que mais ela está aprontando?" Bem, era mais um lançamento CineMaterna em cidade nova sendo confirmado... Ultimamente tenho vivido um sincronismo maluco - em dia de lançamento é quase certo que receberei uma ligação marcando o lançamento seguinte!

Passada a surpresa, entramos prontas para o trabalho e logo começa a dúvida "será que vem alguém?" Para relaxar, entrei na sala onde o ensaio fechado estava acontecendo. Mas não é que eu comecei a chorar de emoção e tive que sair correndo para não borrar a maquiagem??? Mãe é tudo sentimental mesmo...

Lá pelas 15h começaram a chegar as primeiras mães, ufa!

Mães chegando ao ensaio da OPES

Mas, lá pelas 15h30 já tinha bastante gente... e às 16h já tínhamos lotado a sala! Às 16h05 tivemos que fechar as portas, com o coração cortado, deixando algumas mães para fora. Àquela altura, tínhamos 84 adultos e 65 bebês!

Sala 7 "abarrotada"
Um estacionamento diferente de carrinhos de bebês!
Bebês encantados
A famosa "linha branca", limite para o avanço dos bebês

O ensaio correu super bem, mesmo com a sala lotada. E saímos com gostinho de "quero mais". O encontro da equipe de camiseta pink CineMaterna com a equipe de camiseta preta da OPES foi uma emoção só.

OPES de preto + CineMaterna de pink
(ainda bem que o regente Sammy Fuks, à esquerda com os filhos, tem criança!)
Malu Allen é a segunda mãe sentada, da direita para a esquerda

No final, lembrei do filme Campo dos Sonhos, em que um fazendeiro de Iowa, interpretado por Kevin Costner, ouve a seguinte frase (adaptada para nosso contexto): "se vocês construirem, elas virão". Pois é...

Nossos mais sinceros agradecimentos a todo o pessoal da OPES por terem nos recebido de braços abertos (e à Malu Allen, em especial, por ter batalhado por nós), às mães e bebês que lotaram o ensaio e à nossa equipe "ponta firme" de mães voluntárias no Rio - foi um maravilhoso presente de 3 anos para o CineMaterna!

10 comentários:

  1. Queria tanto ter ido, mas minha bebê só tem 15 dias e sou de Niterói, outro lado da poça... Mas estou planejando ir na próxima sessão com ela.

    ResponderExcluir
  2. Emocionada.
    Parabéns, meninas de pink!
    E que o caminho continue cada vez mais lindo!

    ResponderExcluir
  3. E foi mesmo.
    Eu chorei também, mas achei que tinha sido a única e ficou sendo um segredo entre eu e o Sam.

    :)

    Beijos pink!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo !! É de emocionar só de ler, vcs são demais, e abrem um leque de coisas boas para todas as mamães, parabéns

    ResponderExcluir
  5. eu fiquei extremamente feliz em estrear com a minha filhota Liz no Cinematerna com o ensaio da OPS. Achei maravilhoso , pq eu msm aos 24 anos nunca tinha tido esta oportunidade. Amamos e queremos mais! Adorei também a ideia do cinematerna na zona norte do Rio, pq somos da zona norte!! Amei e espero ansiosa pra saber onde será!! E estaremos na estreia com certeza absoluta! Quero parabeniza-las pelo evento. Bjos d Flávia e Liz

    ResponderExcluir
  6. Oieee Queria muito o email de vcs:)
    To muito interecada em fazer um Cine Mothers aqui na Florida.
    Vou com frequencia ao cinema com as minhas pequenas e amigas mais gostaria de ajudar e incentivar as outras maes a fazer o mesmo.
    Acho maravilhoso o trabalho de vcs e gostaria muito de algumas dicas se possivel.
    Beijinhos
    Carol

    ResponderExcluir
  7. Chorei de emoção! Bêbê e música são emoções especiais! O projeto cinematerna é demais! Amo muito tudo isso! bjs

    ResponderExcluir
  8. O post está lindo, e a foto com a Alê vibrando também está muito linda : )

    ResponderExcluir
  9. que ideia boa!!!!!

    bjbjbj

    http://maeporacaso.spaceblog.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Deve ter sido muito bom...pena naum poder ter ido por ser longe e por falar em longe moro em São Gonçalo e por aqui ainda naum tem CineMaterna...hum, hum. Que tal a ideia? Aguardo anciosa, minha filha tem 2 meses.Abraços.

    ResponderExcluir