quinta-feira, 16 de junho de 2011

Sem pressa

Saio de férias hoje. A última vez que tive férias faz três anos, ou seja, antes do CineMaterna começar a existir. E quer saber? Conversando com a Camila me dei conta que não estou desesperadamente necessitada de férias. Fiquei espantada, sinal de que as coisas estão bem no trabalho. Não quer dizer que não tenhamos momentos de tensão, seja com acontecimentos, seja entre as pessoas. Temos tudo o que um cotidiano profissional tem: altos e baixos, momentos bons e ruins, alegrias e decepções, conquistas e fracassos. Talvez tenhamos mais conquistas que fracassos, mais alegrias que decepções, mais momentos bons que ruins, mais altos que baixos.

Quem me conhece sabe que me envolvo muito e em tudo. Num negócio próprio e com a velocidade de crescimento como o CineMaterna, descansar não existe. Nem na licença-maternidade, que aliás, cabulei - sem sofrimento e por opção. E mesmo assim, o pique está bom. Incrível.

As férias são, sim, muito bem vindas. Recarregar as pilhas, olhar outros cenários, experimentar diferentes sabores, respirar outros ares. Vou aproveitar, pode ter certeza. Mas foi muito bom constatar que, puxa, gosto demais do que faço, sou uma sortuda. Feliz.

Obs: estou deixando posts programados para as próximas duas semanas, para que ninguém morra de saudades... Hehehe.

Um comentário: