sexta-feira, 24 de junho de 2011

Empolgação

Alguns depoimentos me tocam de uma forma especial. Marina é frequentadora assídua da sessão,nos presentou com este:

Fiquei tão animada, com a possibilidade de ir ao cinema, que um dia antes quase não dormi de ansiedade. Tom, com 17 dias de vida, eu, e Will rumamos para a rua Augusta. Ingresso em punho, com um baita sorriso no rosto, ouço a fotógrafa perguntar se queríamos tirar uma foto. Quase pergunto se ela lia pensamentos, porque só o canhoto do ingresso não seria suficiente para sacramentar a experiência. Mas eu não tinha ideia do que a gente vivenciaria. Sentamos, Tom no colo. Apagaram as luzes. Dei um beijinho de felicidade no Will. Quando viro do lado oposto, vejo aquele mundaréu de mães com os bebês no colo, a música famosa do estúdio de cinema, a luz da tela refletida nos rostos... Não aguentei. Com o sorriso de orelha a orelha, comecei a chorar. Que emocionante, chorava e ria!... Que delícia saber que podemos sim ter vida social, fazendo algo que gostamos muito, e já podendo compartilhar isso com o nosso filho, que é nosso companheiro desde tão pequeno.

A foto que a Marina menciona no depoimento

Marina e Tom nos acompanharam por quase cinco meses, quando ela voltou a trabalhar, há uma semana. Esta é a parte difícil do nosso trabalho: nosso vínculo pode durar 18 meses ou se interromper cedo, mas nunca conseguimos nos acostumar com as cadeiras vazias deixadas por estas belas mães que cruzam nosso caminho. 

4 comentários:

  1. Foi assim que me senti na primeira sessão Minha e da pequena Luz com 3 meses (antes em casa) não tinha alguém pra registrar mas no coração carrego todas as lembranças, cada sessão pra mim tem algo de especial, cada crescimento, é uma etapa diferente, um laço novo, um reencontro que perpetua, amizades que com certeza levaremos pra toda a vida, o cinematerna faz parte de nós. e ler esses depoimentos enche o coração alegria.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo Irene!!!
    Saiba que tb ainda é dificil deixar de sentar nessas cadeiras...ainda sinto falta daquelas primeiras sessões com os bebês e do cafézinho depois do cinema. Amigas feitas ali que perduram até hoje!
    Sinto tanto por não poder frequentar as sessões do centro com o Felipe!!!
    Saudades imensas de vocês!
    Beijos
    Fê - mãe da Luiza (que foi no cinematerna...qdo ainda nem era cinematerna) e do Felipe (que frequenta o cinematerna menos do que gostariamos!)

    ResponderExcluir
  3. Oi queridas, que emocionante!
    Estou aqui chorando de saudades, e felicidade e um pouco de tristeza. Conhecer vocês e freqüentar o cinematerna foi tão importante tanto pra mim quanto para o Tom.
    Vamos nos ver mais, tenho certeza, e aqui deixo registrado minha admiração e amor por vocês!
    Muitos beijos, com o coração apertadinho..

    ResponderExcluir
  4. Marina do Tom e do Chico28 de junho de 2011 23:51

    Já estou sentindo saudades, má querida! Sinto saudades de cada mãe que conheci durante as sessões e que não vai mais. Sem contar a saudade que senti de mim mesma no cinema quando tive que deixar de ir pela primeira vez, depois de muitos meses de frequencia ativa, quando o Tom completou 19 meses e me narrou uma cena de um filme. Era hora de parar. Mas Chico já estava na barriga e eu sabia que logo mais estaria de volta. E vc nem imagina como é bom voltar! Beijos!

    ResponderExcluir