quarta-feira, 22 de junho de 2011

Crescendo e Aprendendo

Por Camila Goytacaz

“É muito bom saber que não estou sozinha nesta situação”, foi assim que Sandra Annenberg se despediu de sua participação no 3º Seminário da Revista Crescer, mostrando seu lado mãe que adorou dividir o debate com outras mães e constatar tantas semelhanças. Denise Fraga soltou: “Que papai o quê, quero ser a primeira ser chamada” e divertiu a plateia suas boas historias sobre estar ausente, sentir culpa. Contou maravilhosos momentos de sua família, com aquela voz inconfundível e deliciosa. Cao Hamburguer revelou que é o cara “novo pai” que participa de tudo, ultrasensivel. Adoramos, precisamos de muitos destes na humanidade, urgentemente!

A terapeuta ocupacional Teresa Ruas deixou todos perplexos quando relatou que as crianças hoje, quando chegam ao consultório, não querem brincar com boneca porque é “de mentira”, já que no mundo virtual, tudo tem “vida”. Marcelo Tas moderou um dos painéis com humor inteligente. Paulo Zulu disse que não está nas redes sociais, mas adora o Skype, porque dá para ser “presente de alma” em casa, mesmo quando está na Indonésia. Saulo Ribas, que criou o encantando Mundo do Sitio, ajuda a filha na lição de matemática por SMS (ela fotografa o problema, ele abre no e-mail a imagem, e pelo telefone, discutem a resolução). O Internauta acha que “tecnologia não é bicho de sete cabeças”. Para ele, outras mídias já assustaram antes, como a TV e o Rádio, e depois foram inseridas no cotidiano das famílias sem grandes prejuízos. O geek assume: “desespero lá em casa, é quando cai a Internet”.

Rosana Jatobá, a MC do 3º Seminário Revista Crescer
e Paula Perim, diretora da  revista

Abertura do 1º painel - A familia Geek, mediação de Marcelo Tas.

Beth Carmona, um olhar compreensivo sobre 
as diferenças entre gerações


Paulo Zulu, presença marcante e pai linha dura

Saulo Ribas, família internet

Teresa Ruas, orientações para adaptação
das famílias moderna

Adoráveis muffins de limão no intervalo
Natália, coordenadora do CineMaterna, mãe e profissional
não perdeu a covenversa!

2º painel, 24 horas é pouco, mediado por Maria Cristina Poli

Sandra Annenberg e Denise Fraga
Cecilia Troiano e Cao Hamburguer



Valeu, amigos da Crescer, por proporcionarem uma discussão tão calorosa e enriquecedora a todos. Até o próximo!

* Camila Goytacaz é responsável pelas redes sociais do CineMaterna

Um comentário:

  1. Precisamos de uma programação dessa aqui em Salvador!

    Manoeli
    Equipe Salvador

    ResponderExcluir