quinta-feira, 31 de março de 2011

Ficou para trás

Sexta à tarde, reunião para separar materiais para cinco eventos que teríamos em sequência. Entre eles, um banner de "autorização de uso de imagem", que agilizamos para ficar pronto em tempo de ser usado no dia seguinte em Campinas (SP).

Dia seguinte cedo, pego tudo que foi separado, inclusive o banner. Olho para ele e penso: "ah, este é para segunda-feira, não precisa hoje!". Chegando em Campinas, uma hora e meia de viagem depois, a Alexandra me pergunta: "cadê o banner?". Xiiii, deixei em casa, confundi os eventos. Pequeno pânico, não dá tempo de voltar! Tem uma gráfica rápida, reimprimimos, desta vez em papel, para colar na parede, como um cartaz.

Dois eventos depois, vamos a Brasília e resolvo levar o cartaz de papel, porque depois, é só jogar fora, não precisa trazer de volta. Estávamos montando a sala de cinema em Brasília, quando me dou conta de que o cartaz sumiu em algum momento da viagem. Era para ser bagagem de mão, já que era de papel, mas depois do check-in, não lembro mais dele. Perdemos em algum lugar. Rastreamos na memória e desconfiamos que ficou no local onde pegamos nosso café, no saguão do aeroporto. Quando chegamos em São Paulo, voltamos ao lugar, e não é que estava lá, bonitinho? Tomou café o dia inteiro!

21h30, Aeroporto de Congonhas,
o resgate do cartaz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário