sábado, 31 de julho de 2010

Sessão Social CineMaterna!

Começou a Maratona CineMaterna de Eventos Especiais. Chamemos assim os três eventos que temos em uma semana. O primeiro evento foi hoje, a sessão social para mães desassistidas no acesso à cultura, patrocinada pela Eletropaulo e apoiada pelo ProAc - Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Cultura do Governo de São Paulo.

O dia começou animadíssimo, na padaria onde fomos tomar café da manhã.

A partir da esquerda: Gláucia, Alexandra, Tatiana e Taís

Fomos a pé para o cinema. Mal dobramos a esquina e avistamos o primeiro ônibus, que chegou cedo! Saímos correndo para recepcionar as mães e arrumar a sala.



Acomodamos o público no saguão do cinema e comecei a fotografar.


De repente, veio uma incontrolável de chorar. De emoção em poder proporcionar um programa de lazer àquelas mães, em introduzir o mundo do cinema a algumas delas. Ah, chorei pra valer. Muito. A ponto de ter que parar de fotografar, entrar na sala, e chorar, chorar, sair de olho inchado e maquiagem borrada para a porta do cinema.


E enquanto eu tentava me recuperar, chegou a equipe da TV Record. Como já era a quarta vez que nos encontrávamos em poucos dias, já estamos amigos, rs.


Chegaram quase juntos com o segundo ônibus. E deram às mães seu dia de estrela...


Sim, elas foram nossas estrelas. Estava lindo - e emocionante - de ver. Gente fotografando, conversando, amamentando, muitos sorrisos e muita tranquilidade.


Saguão cheio de gente, só esperando a pipoca ficar pronta para poder entrar.


Detalhe: a pipoca foi oferecida pelo Buffet Magic Forest. E na foto, você vê Dona Maria, mãe da Alexandra, ajudando a agilizar a produção! Todo mundo envolvido - e feliz.


Vambora ver filme! As pessoas foram entrando devagarinho, olhando tudo, escolhendo seus lugares... Lindo de ver aquela sala cheia.


Fizemos uma abertura, Taís, eu e Alexandra. Quando perguntei quem nunca tinha ido ao cinema antes, vi umas 15 mãos se levantarem. Agradecemos a presença do público e as ONG's que organizaram a ida. Explicamos o que é CineMaterna e as regras de etiqueta. E eu consegui não chorar - fui firme! Já tinha desaguado o suficiente antes.


Foi uma das sessões mais tranquilas que eu já acompanhei. Um bebê ou outro, aqui e ali, e de resto, filme e silêncio...




Fim de sessão, hora de ir para casa. Algumas vieram a pé, outras de transporte público e a maioria, nos ônibus. Um dos comentários que nos deixou mais felizes: "Quem não veio, perdeu!".





Não posso me ater somente ao público, preciso agradecer à equipe que trabalhou, que fez tudo caminhar lindamente...

Quero mais! A verdade é que esta foi nossa primeira experiência, queríamos ter feito um programa mais completo, com bate-papo depois, sobre o filme, sobre a vida de mãe, mas resolvemos começar pelo básico, que era a sessão de cinema em si. A cabeça não para de pensar em desdobramentos, vamos elaborar outros projetos, em outras cidades. Tem trabalho - e emoção - pela frente!

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Pré-natal agitado

Faço pré-natal com uma obstetra que atende em vários consultórios, inclusive em um local que se chama GAMA - Grupo de Apoio à Maternidade Ativa. Foi lá, na yoga para gestantes, que conheci Taís e Alexandra, co-fundadoras do CineMaterna comigo.

Um programa da TV Record está fazendo uma grande matéria conosco e quis gravar "onde tudo começou", ou seja, no GAMA. Anteontem eu tinha uma consulta pré-natal agendada lá às 16h. E no início da tarde, eis que recebemos uma ligação da equipe da TV Record querendo gravar às 16h30. Minha consulta costuma demorar uma hora, mas bom, vamos encurtar, né?

Eis o que aconteceu, de fato:

16h: Chego no GAMA. Obstetra está com agenda atrasada pois teve um parto pela manhã.

16h20: Recebo ligação de uma das redes de cinema com um grande problema para a sessão de pré-estreia do O Estranho em Mim, que estamos coordenando. O evento é segunda, imprensa e público sabendo, queriam que mudássemos o horário em mais de uma hora.

16h30: Chega a equipe da TV Record, mais Taís e Alexandra. A obstetra me chama e eu ainda estou ao telefone. Explico para a obstetra que será uma consulta conturbada, peço à Alê que me avise quando a TV tiver tudo montado, desligo o telefone.

Nem sei que horas eram, mas o cenário era assim: eu, deitada, ao celular tentando resolver o problema da pré-estreia e com a obstetra medindo minha barriga e ouvindo o coração. Alexandra com a cabeça na porta avisando que estava tudo pronto. Belo pré-natal, hein?

Mas no fim, tudo certo:
- O programa foi gravado conosco e nossa querida professora de yoga
- A pré-estreia vai acontecer conforme combinado
- E meu menino na barriga está se desenvolvendo bem!

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Manicure CineMaterna

Esta é a Ale, nossa coordenadora em Porto Alegre. Ela era coordenadora da cidade até uns dois meses atrás, quando precisou sair por conta de seu mestrado, que ocupou suas tardes de quinta. Mas ela prometeu voltar quando abríssemos as sessões aos sábados.

Promessa cumprida, no primeiro sábado ela veio com suas unhas pintadas de "rosa CineMaterna". Bem-vinda de volta, Ale! Sentimos sua falta!

sábado, 24 de julho de 2010

Baby vitrine-viva


Pequenos prazeres de nosso cotidiano: este é o Gabriel, que faz um ano hoje e é assíduo frequentador do CineMaterna. Estávamos no café no Market Place, quando vimos que ele entrou na vitrine de uma loja - para deleite das mães e vendedoras.

Não estava à venda, mas dá vontade de levar para casa...

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Logotipo, cinema, bebê e trabalho!

Provavelmente nunca estivemos tão atarefadas quanto ultimamente. Sessões a todo vapor em 11 cidades, temos três grandes acontecimentos inéditos em 15 dias:


- Começa em 31 de julho, quando faremos nossa primeira sessão social, no Espaço Unibanco Augusta, em São Paulo. É um sonho nosso, proporcionar a experiência do cinema para mães desassistidas no acesso à cultura. A sessão será com um filme nacional belíssimo, que ainda não estreou, chamado Antes que o Mundo Acabe. A sessão tornou-se possível graças ao ProAc (Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Cultura do Governo de São Paulo), através do patrocínio da Eletropaulo. Já estamos com três ônibus confirmados e muita gente bastante empolgada, inclusive nós!

- Dois dias depois, faremos em conjunto com a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo a pré-estreia do filme O Estranho em Mim, cujo tema é a depressão pós-parto. Será uma sessão de cinema "normal", não-CineMaterna, pois será à noite, e o público são casais grávidos, médicos, psicólogos, doulas, enfermeiros e parteiras, com debate após o filme.



- Dali a uma semana, na véspera de Dia dos Pais, em várias cidades, faremos uma sessão presente denominada CinePaterna by Fisher-Price. Sim, papais poderão comemorar seu dia especial em grande estilo, no cinema com mamãe e bebê, num sábado, em cidades onde regularmente não há sessão!

Ufa, cansei só de listar. Vou dormir porque amanhã o dia começa cedo e vai longe...

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Lançamento no Anália Franco (SP)!

O Shopping Anália Franco fica na zona leste de São Paulo, distante o suficiente de outras salas para acharmos importante lançar ali. O dia começou nas docas, ao lado dos caminhões que descarregam mercadorias no shopping. Pegamos um carrinho no cinema e...


Ops! Na verdade foi para isso! Rs. Dia frio e chuvoso em São Paulo, mas nós não podíamos perder o bom-humor em dia de lançamento.


Os convites se esgotaram três dias antes do lançamento e algumas mães chegaram bem cedo para garantir seu lugar! Muitas mães, pais, tias, avós, e claro, lindos bebês - teve até trigêmeos!


Um movimentado e cheio estacionamento de carrinhos.


Pegamos uma sala beeeem grande para não termos problema de espaço - no meio do caminho, até aumentamos o número de convidados, pois a sala menor lotou mais de uma semana antes! Pela imagem, acho que estavam todos confortáveis, não? Mais de 120 adultos e quase 90 bebês.


Na saída, presente da Natura Mamãe e Bebê: óleo de massagem, com o delicioso cheirinho de bebê.



Mês de férias, crianças em casa, filme infantil no cinema? Levamos os filhos para assistir Shrek na sala ao lado. O filme deles terminou um pouco antes e quiseram ajudar a entregar os brindes.


Bom, depois de trabalhar, tem que receber um pagamento, né? Rs. Eis a turma completa, se deliciando com um bem-nascido.


Não, a turma estava quase completa. Jonas ainda assiste filme com a Alexandra, não entrou na turma dos "independentes".

A partir da esquerda: eu e Max, Gláucia com Helena, Taís com Aninha, Luciana, da Natura, e Alexandra com Jonas

A pose final, toda a turma rosa reunida (e um azulzinho). Meninas da Zona Leste, vocês são ponta firme!

A partir da esquerda: Alexandra, eu e Max, Dina, Gláucia, Debora, Taís e Tania

Saí correndo, nem me despedi das pessoas, pois iria para o aeroporto, onde peguei um voo para Porto Alegre para acompanhar o lançamento das sessões aos sábados na cidade. Mas isso é outra história.

Só para deixar a última imagem. Flagrei esta linda bebê esperando pacientemente a mãe se ajeitar para ir embora... Reparem no olhar dela para a mãe... Preciosidades do CineMaterna!

sexta-feira, 16 de julho de 2010

"É nóis!"

Estamos comemorando: saiu hoje uma matéria sobre a gente na Folha de São Paulo. A Folha é um dos maiores jornais do país e tem muita visibilidade. O telefone da Alexandra, nossa assessora de imprensa não parou de tocar a manhã toda e rendeu duas entrevistas: uma para um jornal latino-americano e outra para Vitória, cidade que chegaremos ainda este ano. Aliás, o jornalista de Vitória gostou tanto do projeto que até já se ofereceu para ser coordenador de sessão, hehehe.

===

Segue o texto da matéria, para quem não tem acesso ao jornal.

Uma sala do BARULHO
ONG CineMaterna promove sessões de cinema exclusivas para mães e bebês


Leticia de Castro

de São Paulo


Cinéfila precoce, a pequena Lara Patara, de quatro meses, assistiu à sua primeira sessão de cinema antes mesmo de completar o primeiro mês de vida. O filme era a comédia romântica "Caçador de Recompensas".
Ela dormiu na primeira metade e passou o restante da projeção quietinha, sentada no colo da mãe, a consultora de RH Gisele Patara, 36. Desde então, Lara já acompanhou Gisele em cinco eventos promovidos pela ONG CineMaterna, que organiza sessões exclusivas para mães e bebês.

Durante as projeções, o burburinho infantil e o corre-corre pela sala disputam a atenção das mães com os astros hollywoodianos na tela.
"O choro não atrapalha. Desligo de tudo e até acho divertido o movimento de crianças e mães andando pelo cinema", diz Gisele, que viu ontem, com Lara, o filme "Plano B", na primeira projeção realizada no Shopping Anália Franco (zona leste). O shopping passa a integrar a rede de salas participantes do programa. A sessão reuniu 84 bebês e 120 adultos.

Idealizado pela administradora Irene Nagashima, 39, pela engenheira Tais Viana, 37, e pela jornalista Alexandra Swerts, 38, o projeto surgiu há dois anos.
As três tinham acabado de virar mães e participavam de uma lista de discussão sobre maternidade. "Um dia, postei uma mensagem falando da falta que eu sentia de ir ao cinema. Algumas mães se animaram e decidimos arriscar uma sessão", diz Irene. Era uma quarta-feira, sessão das 14h do filme "Juno". A turma incluía 12 mães acompanhadas de seus bebês de até seis meses. "Fomos na aventura, sem pedir autorização para o cinema. A cada choro, a mãe saía da sala para não incomodar as outras pessoas". Após a projeção, todos seguiram para o café e ficaram conversando por oito horas seguidas sobre as experiências da maternidade.

Depois de seis meses de encontros semanais com grupos cada vez maiores, o trio percebeu uma oportunidade de negócio na combinação mãe/bebê/cinema.
Largaram os empregos, montaram a ONG CineMaterna e conseguiram patrocínios para promover sessões fechadas para esse público. Hoje, têm convênio com cinco salas de cinema em São Paulo, que fazem projeções adaptadas, com volume de som mais baixo e ar condicionado mais fraco que o habitual, além de disponibilizar trocador e monitores. Por semana, acontecem duas sessões na cidade, em salas alternadas, com preço do ingresso convencional.

Outras dez cidades do país recebem os serviços da organização. "A ideia é prestar um serviço para a mãe, para que ela possa se divertir com o filho e trocar experiências com outras mães", diz Irene.


A programação está no site www.cinematerna.org.br.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Ensaio fotográfico

Há alguns meses, percebemos que nosso acervo (gigante) de fotos precisava ser renovado. É certo que temos muitas imagens, afinal, eu tiro muitas fotos. Mas não sou fotógrafa profissional e precisávamos fazer algo "de gente grande". Contratamos um fotógrafo e resolvemos fazer uma sessão de fotos. Fizemos algumas fotos "posadas" de manhã, antes da sessão de cinema e as demais à tarde, com o público junto.

Ai, vida de modelo não é fácil. Pois ela não se estressou enquanto esperava...

Tem que esperar a luz ficar pronta, o fotógrafo definir quais serão as imagens e como serão feitas, acertar a luz, ver os melhores ângulos.




Quem disse que bebê não paga ingresso?

Mães e bebês pelo café, fotógrafo no meio, tentando captar as melhores cenas.

E quer saber? Os bebês não deram nenhum trabalho, foram muito profissionais, e claro, lindos modelos!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Mergulho

Uma das coisas que mais gosto em um filme é sua capacidade de nos fazer mergulhar em um universo paralelo, seja ele onírico e agradável ou angustiante e dramático. Emoções que sentimos em duas horas de filme, que carregamos conosco, que nos entretém, nos faz rir, pensar, chorar.

Meu filho, Max, está com pouco mais de 2 anos e meio e adora ir ao cinema - por que será? Acredite, ele já assistiu Toy Story 3 três vezes, no cinema. Nem se mexe na poltrona, fica hipnotizado. E sai do cinema imitando os personagens, brincando.

Esta semana ele entrou no meu quarto assim:


Não reconheceu? Conhece o Cabeça de Batata?


Não é fantástico? E esta é apenas uma das tantas brincadeiras que o filme tem proporcionado ao Max. Um mundo de fantasias, abertura de um universo cheio de imaginação, de uma vida que está só começando...

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Bem-deliciosos...


A Natura Mamãe e Bebê entregou bem-nascidos (versão "bebê" de bem-casados) no lançamento das sessões aos sábados em Campinas, na semana passada. Além de deliciosos, um detalhe delicado: no papel que acompanhava a lembrança, tinha uma frase que se inspirava no nosso slogan e ao mesmo tempo, "brincava" com a marca da empresa. Um charme!