terça-feira, 19 de outubro de 2010

Licença-maternidade

Se eu não parir até a próxima sexta, entrarei em licença-maternidade. Não entendeu? Pois é o dia que começa a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Duas semanas de maratona de filmes, 471 títulos, para ser precisa. Acho que ainda estarei grávida - tenho a impressão de que não vou parir nunca, hehehe. E se eu estiver barriguda, não tenha dúvida: vou bolar algum mega-esquema de cuidadores com meu filho e zarpar pro cinema. Não vai dar para ver três filmes por dia, na sequência, como eu gosto, mas um por dia e dois em alguns, acho que dá. Assistir três filmes ficará para os dias especiais, finais de semana, Max com avós ou tios. Quanto planejamento para o futuro incerto da minha barriga!

Mas CineMaterna tem um futuro totalmente certo na Mostra! Duas sessões, que é uma parcela ínfima diante das 1200 sessões do evento, mas serão nos padrões CineMaterna! Som mais baixo, luzes um pouco acesas, ar-condicionado ameno, trocadores na sala, estacionamento de carrinhos. É uma honra para nós, especialmente emocionante para mim como cinéfila, ter dois filmes escolhidos com carinho pela Renata de Almeida, diretora da Mostra. É o terceiro ano que temos esta parceria, que é simbólica, mas muito significativa. Um dos objetivos do CineMaterna é apresentar às famílias, filmes que normalmente não veriam, introduzir novos conceitos.

As sessões serão no Frei Caneca Unibanco Arteplex (SP), às 11h do sábado, 23/10 e às 11h na terça, 26/10. Os filmes são:

Sábado: Norte, norueguês, 90 min, legendas eletrônicas em português

Jomar, um ex-atleta, volta à realidade cinco anos depois de uma crise mental. Com paisagens românticas como cenário, ele embarca numa estranha e dramática jornada rumo ao norte, onde sua ex-namorada vive com seu filho, de quem só agora ele soube da existência. Durante essa expedição esquisita, ele conhece outras almas doces e atordoadas, que contribuem para levá-lo adiante em sua jornada relutante rumo à realidade.

(a legenda está em português de Portugal, não estranhe...)



Terça: Lily Sometimes, francês, 108 min, legendas eletrônicas em português

Lily é diferente das outras garotas. Desinibida e livre, ela não permite que ninguém lhe diga o que fazer. Vive o momento, em contato com a natureza, em um mundo e tempo próprios. Clara, sua irmã mais velha, saiu de casa há muito tempo para se casar e morar na cidade grande. Quando sua mãe morre, ela precisa voltar pra casa para tomar conta da herança e de Lily, incapaz de se cuidar sozinha.

Este filme francês é tão inédito, que nem estreou na França ainda (só foi exibido em Cannes, très chic!). E o único trailer que encontrei completo não tem legenda e não pode ser incorporado. Você pode vê-lo aqui (tem 20 segundos de propaganda antes).  

Aliás, você sabia que "trailer" em francês é "bande annonce"? CineMaterna também é cultura - sempre!

Um comentário: