segunda-feira, 12 de abril de 2010

Com passagem, mas sem documento

Aeroporto lotado. Alexandra estava eufórica não só em poder viajar conosco, mas com a primeira viagem de avião do Jonas. A fila de prioridade estava enorme e a de clientes preferenciais também. Quando finalmente chegamos ao balcão, o atendente pediu os documentos, inclusive do Jonas. Alexandra fez uma cara de "puxa-é-mesmo-nem-lembrei!", e eu senti que ela gelou. Taís e eu tratamos de acalmá-la para ela conseguir falar com a mãe dela, que estava em casa com o Felipe, seu filho mais velho, e poderia trazer o documento. Só que provavelmente não daria tempo de ela e Jonas embarcarem conosco. Alexandra murchou, afinal, a diversão era irmos juntas.

Taís e eu entramos para a sala de embarque, Alexandra ficou esperando sua mãe. E não é que o voo estava atrasado? Atrasou quase uma hora, tempo suficiente para a mãe da Alexandra chegar, elas se desencontrarem, ficarem (mais) desesperadas, fazer o check-in e Alexandra entrar esbaforida. Para embarcar no mesmo voo que o nosso. E deu tempo ainda do Jonas vazar a fralda, molhar minha calça e eu sair correndo para o banheiro para trocá-lo, já que Alexandra estava ao telefone, trabalhando.

Depois, Alê ficou sabendo do que aconteceu na casa dela e nos contou em um e-mail intitulado "Iluminado":

Minha mãe, no desespero de achar a certidão de nascimento do Jonas, não conseguia enxergar o nome no documento, para saber de quem era. Com a intervenção do Felipe, ela conseguiu: "Tá aí em cima, vovó!", disse Felipe, apontando com o dedinho...

O danado não tem três anos, não sabe ler... Mágicas que só acontecem em lançamentos...

Ao final, nunca ficamos tão felizes com um atraso!

Jonas, garantindo lugar com seu cartão de embarque.

Tomando banho para ficar cheiroso para o lançamento.

Fazendo pose para a Natura Mamãe e Bebê.

4 comentários:

  1. Gente, como ele ta ficando cada vez mais lindooo!
    Ai, to ficando com uma saudade das sessões... Mas minha vida ta tão complicada que não to conseguindo me organizar...

    Mas chissa, queria perguntar uma coisa: tem problema se eu levar umas lembrancinhas pras meninas? Explico: minha terapia ocupacional para manter a calma em casa tem sido fazer bombons, então, pensei em levar alguns pras mamães que ja estiverem e quiserem poder comer um docinho, que nesse frio é tão bom!

    Não devo ir nessa semana ainda, aff, mas daqui 2 semanas devo conseguir ir na sessão do Vila Lobos!

    Um beijo pra vocês meninas e continuem com o bom trabalho, que com certeza ajuda a influenciar essas maravilhas do desenvolvimento dessas crianças lindas!

    Por que afinal, né, mãe feliz e de bom humor passa muito mais felicidade e bom humor pros filhos! (e bom gosto pra filme também, hehe)

    ResponderExcluir
  2. O Jonas tão pititico e já com história pra contar!!!Irene, daqui a pouco é vc!

    ResponderExcluir
  3. Oi Di, estou sem seu e-mail, me escreve, por favor.
    Bjsbjs
    Irene

    ResponderExcluir