domingo, 14 de março de 2010

Ainda é 2D

Levei o Max, meu filho, para assistir filme em 3D. Ele adora Toy Story e apesar de nunca ter assistido, pois não tenho o DVD, conhecia os personagens Woody e Buzz Lightyear. Chama a animação de "Toi toi". Como eu sabia que entraria em cartaz o 1 e o 2, em versão 3D, uma semana cada, antes de entrar o Toy Story 3, resolvi levá-lo no primeiro, e se ele gostasse, eu o levaria nos seguintes.

Fomos em uma sessão regular, mas ele dizia empolgadíssimo que ia no "CineMaterna" (que é sinônimo de cinema para ele). Sentou-se, e quando começou a projeção 3D, ele colocou o óculos. Chorou assustado com a contagem regressiva, que "salta da tela", com um som altíssimo. Mas logo se acalmou, quando começou o filme. Não deu nem cinco minutos de filme e ele tirou os óculos. E assim assistiu o filme, em duas dimensões e com imagem dupla de vez em quando. Não se incomodou nem um pouco, viu o filme todo, inclusive os letreiros. Saiu do filme correndo pelos corredores, com os braços abertos como o Buzz, gritando "eu vou voar"!

Sim, vale a emoção de ver um filho mergulhado em um filme, mas da próxima vez, veremos 2D mesmo. Dois anos e meio ainda é cedo para a terceira dimensão.

Um comentário:

  1. q lindinho o Max!
    lembro q a primeira vez q levei Davi ao cinema foi no mês em q ele completaria 3 anos (sim, demorou! e pensar q o irmãozinho dele estreou no mês anterior, no CineMaterna aos 10 meses! hahaha)
    Era "Monstros vs alienígenas" em 3D! E não é q o danadinho amou? Ficou estático do início ao fim no colo do papai, sem tirar o óculos nem um segundinho...

    ResponderExcluir