quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Mãe e cinéfila

Um dos eventos anuais mais importantes para mim é a Mostra Internacional de Cinema de SP. Basta lembrar que quando meu filho nasceu, eu não sentia falta de baladas, mas fiquei desesperada porque não podia ir ao cinema. Eu torcia para que meu filho nascesse de 42 semanas, pois daria para ir à Mostra de barrigão, assistir a tudo que é filme, e não haveria lugar melhor para uma grávida na expectativa do que o escurinho do cinema. Mas Max nasceu de 37 semanas, ou seja, tinha quase um mês quando a Mostra começou, e eu não podia nem ver o cartaz do evento para sofrer uma crise de abstinência - rs.

Pois a Mostra deste ano começa na sexta. Na 33a edição, traz 424 filmes de 57 países, a 23 salas de SP. E mães com bebês de São Paulo poderão ter uma amostra deste universo em uma sessão CineMaterna!

Depois do filho, foi a primeira vez que resolvi comprar um pacote de ingressos. Comprei 20, não sei nem se vou conseguir assistir a tudo isso em função de viagens, trabalho e filho, mas vou tentar. Quem compra este pacote (e outros disponíveis) ganha uma credencial. Meu marido, João, também comprou a dele. Max estava conosco na fila, saiu na foto da credencial do João. Ficou o máximo! Mas teve um pequeno problema: confesso que morri de inveja! Coisa boba de mãe (e cinéfila), mas era um sentimento muito forte e genuíno. Para trabalhar na terapia...

Serão duas semanas de "maratona", que para algumas pessoas significa entrar no cinema no início da tarde e sair à noite, depois de ver três ou quatro filmes. Significa ler muita sinopse e tentar saber por poucas linhas se o filme será do agrado ou não. Significa fazer um calendário muito, muito bem estudado para pegar a maior quantidade de filmes, tentando acertar na qualidade também. Significa correr entre salas, com o tempo cronometrado, buscando otimizar o tempo. Significa votar nos filmes, pegar fila, ouvir as opiniões de quem já viu um ou outro filme e eventualmente, riscar da lista se as opiniões forem muito desfavoráveis. Ou acrescentar os muito bem comentados. Significa ver a vinheta da Mostra repetidas vezes, até decorar cada detalhe. Significa planejar pseudo-refeições entre os filmes ou dentro da sala. Significa andar com uma bolsa com vários apetrechos, entre caneta, Guia da Mostra, lanche, água, guarda-chuva, ingressos, credencial. E acima de tudo, significa preencher uma paixão, que como muitas, é inexplicável.

3 comentários:

  1. Irene, uma pérgunta, na terça não vamos "competir" com os frequentadores da Mostra? Quero dizer corremos o risco de ir na sessão e nao conseguir entrar? Bjca
    ana e catarina

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana e Catarina,

    A sessão da terça não será da Mostra. Não haverá risco nenhum! Podem vir tranquilas!

    Bjs
    Irene

    ResponderExcluir