sexta-feira, 31 de julho de 2009

Você trabalha com o quê?

Ouço esta pergunta algumas vezes. Acho engraçado, devemos passar a impressão que fazer nossas sessões de cinema é só uma diversão. Que bom! Por que é divertido, sim, mas é trabalho à beça.

Meu trabalho é CineMaterna. Exclusivamente. Assim como a Taís, que cuida da parte comercial e estratégia, e a Alexandra, que é a assessora de imprensa. No começo, éramos três. Fazíamos tudo, íamos a todas as sessões, fazíamos divulgação, site, reuniões, negociações, parcerias... Dali a um tempo, viramos quatro, depois cinco. Este ano, incorporamos mais gente por causa das equipes fora de São Paulo: já não dava mais para estar em todas as sessões, pois havia mais de uma simultaneamente. E a cada cidade que incorporamos, o trabalho aumenta.

Tem a Juliana, que cuida do site. A Bianca que cuida comigo da programação e da equipe do Rio. O Emerson e a Gláucia, que tocam o comercial. A Alinye que coordena as equipes de São Paulo e outras cidades.

Tem as coordenadoras de sessão: Ana, Alexandra, Ana Paula, Andréa, Carolina, Cinthia, Denise, Gabriela, Lara, Larissa, Lílian, Marô, Miria, Priscila, Renata, Renata, Renata, Ruth, Simone, Victória. Sem contar as que nem começaram, mas já estão conosco, em Brasília e Porto Alegre.

Temos assessorias técnicas especializadas, como a Vir no site, a Maisa com sua agência de publicidade, o Christian na programação.

Tem aquelas passaram por nós, deixaram sua marca e seguiram seu rumo, como Ana Lúcia, Bia, Nádia.

E mais os agregados, que nos assessoram esporadicamente: fotógrafos, produtoras, agências.

Todos trabalham voluntariamente. E o fazem porque acreditam na CineMaterna. Hoje, é só reembolso de despesas, pagamentos simbólicos. Temos uma receita que permite estes pagamentos que vem da Pompom - um agradecimento especial à Érika, que desde o início acredita na iniciativa. Seu investimento, que iniciou nas sessões do Rio, permite nossa sobrevivência, mas ainda não temos uma fonte de renda que consiga sustentar uma estrutura. Claro que estamos buscando, é nossa luta diária. E tenho certeza que conseguiremos, é uma questão de tempo. Profissionalismo e carinho por esta iniciativa, temos de sobra.

3 comentários:

  1. Que legal Irene, tem q começar de alguma forma, realmente no inicio do sonho o simbolico eh muito importante, eh fazer aquilo q se gosta e ve-lo dar frutos. No futuro com certeza será bem mais que isso!

    Olha, queria agradecer, ainda nao tive a chance de ir a uma sessao pq me recupero ainda de uma cirurgia mas li vc falando sobre o filme A Partida e finalmente consegui ver. Estou extaziada, eh muito lindo, de uma delicadeza que poucas vezes vi, engraçado q confundi ele com outro filme q vi uma vez um review, e passou desapercebido no oscar, nem lembrei de ver os estrangeiros, tao cansada!

    Obrigada pelo trabalho, tantos motivos para se reunir grupos, pq nao maes que amam filmes, ne?

    beijocas

    ResponderExcluir
  2. Ei Irene... por falar em trabalho, qdo vc. vai me chamar novamente hein???????????? Deixei um post pra vc. no blog, http://marilynzang.blogspot.com/2009/08/voce-trabalha-com-o-que.html

    ResponderExcluir
  3. Irene, sou muito grata pelo período que trabalhei com a CineMaterna. Assim como a maternidade transformou minha vida, a CineMaterna foi um momento rico, criativo e que deixou no meu coração fortes lições que vou carregar sempre na minha estrada.
    Sempre que vejo uma mãe com um bebê, não deixo de recomendar as sessões por ser um ambiente onde a mulher pode realmente se expressar, de todas as formas, com o seu bebê e se reintegrar na sociedade com a nova vida.
    Mais uma vez, obrigada.
    Beijos e parabéns pelo sucesso nas novas cidades. Logo, logo haverá sessões CineMaterna em todos os estados do Brasil e torço para que em diversos pedaços do mundo tb.

    ResponderExcluir