terça-feira, 31 de março de 2009

Vínculo pai e filha

Hoje veio um pai com sua bebê de 10 meses, sem a mãe. Ele tinha vindo semana passada e ainda quer vir na próxima, sua última de férias. A mãe, que era assídua frequentadora na sua licença-maternidade, já voltou a trabalhar há um tempo. O incrível é que a bebê dorme durante o filme quando está com o pai, algo que ela já não fazia mais com a mãe.

É o máximo vê-lo na fila da bilheteria, no meio das mães, com a bebê no sling, carregador que foi comprado especialmente para ele e que estava sendo estreado hoje. Ele está feliz da vida, passando os dias com a filha, cuidando, brincando, alimentando, passeando, enfim, convivendo intensamente. Disse que tem sido ótimo, melhor do que viajar em férias. Fiquei emocionada quando ele comentou que o duro vai ser voltar a trabalhar, que ele está se sentindo como a esposa, quando terminou sua licença-maternidade. Isso é que é empatia...

Ai, mais uma das lindas histórias da CineMaterna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário